Nascidas em Vargem Alta, irmãs se reencontram após 60 anos

06 de setembro de 2022 às 14h24.

Foto: Arquivo Pessoal. Da esquerda para a direita: Priscila, neta da Dona Rosa, a Dona Rosa, Dona Conceição e a Paloma na festa de aniversário da dona Rosa

Duas irmãs nascidas em Vargem Alta, Sul do Estado se reencontraram no final do mês de agosto, após 60 anos separadas, período em que cada uma achou que a outra tinha morrido.

Rosa Pires, de 78 anos, e Conceição Pires, 76, nasceram no distrito de São José de Fruteiras, Vargem Alta, e se viram novamente no dia 27 de agosto, em Santa Cruz, Rio de Janeiro, após um filho de Conceição, que mora em Cariacica, ler uma matéria publicada há dois anos na internet e saber que sua tia Rosa estava viva e procurava pelos parentes.

Segundo Paloma Peres, de 30 anos, e Priscila Assumpção, de 34, netas da Rosa, as duas conversaram por telefone, por vídeo-chamada, marcaram de se encontrar e Conceição viajou até o Rio de Janeiro para rever sua irmã.

“Nós estávamos no portão aguardando a chegada. Todo mundo caiu no choro”, disse Paloma.

De acordo com Paloma, sua avó tinha sete anos quando o pai morreu e a mãe dela a doou para o casal de italianos. Aos 14, dona Rosa se mudou para o Rio de Janeiro, levada pela sogra de outra irmã.

Na Cidade Maravilhosa, trabalhou como doméstica em Copacabana e, já adulta, ela se mudou para o bairro de Santa Cruz, onde conheceu o futuro marido, Luís de Assumpção Peres. Os dois se casaram e tiveram 6 filhos.

Ainda segundo a neta de Rosa, Paloma Peres, sua avó perdeu o contato com a família capixaba por causa do avô, que era alcoólatra.

“Meu avô bebia e rasgou o último contato que ela tinha com a família, que era com a irmã Conceição Pires, que mandou uma carta com foto e o último endereço. Meu avô, embriagado, enviou de volta outra carta xingando as irmãs e a família da minha avó. Desde então, os parentes dela não escreveram mais para ela. E minha avó ficou sem o endereço deles”.

Ainda de acordo com Paloma, após o reencontro das irmãs teve até festa de aniversário. Segundo ela, no dia 11 de agosto foi aniversário de Dona Rosa.

“Ela não quis comemorar no dia, mas logo depois de acharmos sua irmã, ficou muito feliz que disse que queria festa sim. Fizemos um bolo para cantar parabéns”.

Emocionadas, as irmãs Rosa e Conceição Pires comemoraram o reencontro após 60 anos.

“É uma felicidade muito grande e nossos parentes também ficaram muito felizes. Nossos netos até choraram”, disse Dona Rosa.

Neta buscou parentes do ES

De acordo com a neta de Dona Rosa, Paloma Peres, o sonho de sua avó era reencontrar sua irmã Conceição e, para tentar ajudar nessa questão, ela fez contato com a equipe de um portal de notícias de Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Estado, que publicou uma matéria no dia 31 de julho de 2020 sobre a angústia da aposentada em querer rever seus parentes capixabas.

“No dia 18 de agosto deste ano, numa quinta-feira à noite, meu primo Fábio, filho da Conceição, resolveu pesquisar na internet sobre minha avó Rosa, que era a única que ele sabia que estava perdida”.

Paloma revelou que o primo encontrou a matéria da Dona Rosa e ligou para o telefone de contato que estava na reportagem. Falou com Priscila, outra neta dela. No outro dia, as duas irmãs conseguiram matar a saudade e conversaram por meio de uma chamada de vídeo.

Para Paloma, o que fica é a sensação de dever cumprido.

“Há anos escutava a história da minha avó. Cheguei a escrever carta para o Gugu, mas não enviei. Eu e minha irmã Priscila nos empenhamos muito. E agora, ver a felicidade de minha vó é minha maior conquista”.

Dona Conceição disse ficou mais alguns dias no Rio de Janeiro para aproveitar a companhia da irmã e já planeja outros encontros.

“É uma alegria incomparável ter reencontrado minha irmã. A gente achava que ele já havia falecido, então, localizá-lo viva e com saúde, é como que um milagre. Não perderemos mais contato”.

Boletim Informativo

Receba novidades por e-mail ou siga nossas redes sociais

  • Ícone do Youtube
  • Ícone do Facebook
  • Ícone do Instagram
  • Ícone do Whatsapp

Atendimento ao Público

Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 12h00 às 17h00

E-mail

gabinete@vargemalta.es.gov.br

Telefone

Telefone(s): (28) 3528-1900

Endereço

Endereço: R. Ver. Pedro Israel David - Vargem Alta - CEP 29.295-000

Localização

Copyright © Prefeitura Municipal de Vargem Alta. Todos os direitos reservados.

Logo da Ágape

Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com as condições contidas nela.